COMEÇANDO A SUPERAR A CRISE - 4

 

No último “post” falamos da importância de se desenvolver a ficha técnica dos seus produtos e serviços, de forma a conhecê-los profundamente e poder então calcular, individualmente e de forma clara, sua necessidade de materiais e recursos, bem como seu custo de produção/operação.

 

Por Marco Antonio Paletta

Consultor em Gestão Empresarial

marcopaletta_livro.jpg

allmap.net.br

professorpaletta@gmail.com

 

 

Publicado em 04 de junho 2020 

No último “post” falamos da importância de se desenvolver a ficha técnica dos seus produtos e serviços, de forma a conhecê-los profundamente e poder então calcular, individualmente e de forma clara, sua necessidade de materiais e recursos, bem como seu custo de produção/operação.

Hoje vamos falar um pouco sobre “programação” da sua produção ou operação, ou melhor, estimar sua capacidade operacional, o quanto você consegue produzir, vender ou prestar de um determinado serviço.

Vamos dar alguns exemplos:

Ao montar a ficha técnica de seu produto ou serviço, se você é produtor, você deve anotar também os “tempos” e “recursos” necessários para sua produção, vejamos:

  • Uma pequena confecção de camisetas esportivas, para sua operação (dados fictícios) precisa, por exemplo, de:
  • 2 metros quadrados de tecido por camiseta (já considerando o desperdício);
  • 25 metros de linha (já contando o desperdício);
  • 1 modeladora;
  • 1 cortadora;
  • 1 costureira;
  • 1 máquina de costura;
  • Tempo Médio de Produção (Modelação + Corte + Costura): 20 min

Lembrando que todos estes dados estão na sua ficha técnica do produto, seja para uma confecção como o exemplo acima, uma hamburgueria, um salão de estética, um petshop banho e tosa, ou seja, todas as atividades operacionais que envolvem algum tipo de atividade produtiva.

Com esta informação em mãos podemos perceber que se cada camiseta leva 20 minutos para ficar pronto, sua empresa tem condições de fazer 3 (três) camisetas por hora, ou 24 camisetas por dia num turno de 8 horas (ocupando 3 pessoas: uma modeladora, uma cortadora, e uma costureira), isto se pensarmos de forma simples (sem entrar em detalhes sobre ociosidades de alguns funcionários em alguns momentos e sobrecarga de outros em outros momentos).

Logo, se você mantiver esta estrutura, você já sabe que consegue fazer 24 camisetas por dia. Para produzir mais, você precisará de mais recursos, logo também de mais espaço e assim por diante.

Portanto podemos concluir que fatores como: Estrutura, Pessoal, Espaço Físico entre outros aspectos são fatores limitantes a sua operação, seja uma indústria, um comércio ou serviço.

Conhecer nossa capacidade de produção, exposição de produtos (se for um comércio) ou de prestação de um serviço, nos dará uma noção se conseguimos atender a uma determinada demanda (que deve ter sido estudada quando você decidiu abrir sua empresa, lembra? Você deve ter, em algum momento, verificado uma necessidade no mercado e resolveu abrir sua empresa para atender esta necessidade ou parte dela).

Assim podemos ter uma ideia de nossa capacidade

  • 24 camisetas por dia;
  • 15 hambúrgueres por hora;
  • 3 cortes de cabelo por hora;
  • 1 tratamento estético por hora;
  • 3 consultas por hora;
  • 1 tratamento dentário por hora;

E assim sucessivamente...

No caso de um comércio você dependerá da área destinada à exposição de cada produto e quanto de espaço cada produto ocupa, de forma a determinar quantos produtos você será capaz de expor naquele espaço, ou seja, seu arranjo físico e layout afetará diretamente sua capacidade de operação.

Se você é uma empresa de vendas virtuais, sua capacidade será determinada pelo espaço físico que sua empresa tem para armazenar os produtos que você vende.

Lembrando, tudo isso precisa ser anotado e armazenado em algum “sistema” de forma que possa ser rapidamente acessado e atualizado quando houver modificações.

Conhecer seu negócio, conhecer seus custos.... próximo passo...  conhecer suas despesas e daí sim formar seu preço (será que seu cliente está disposto a pagar por ele?).

Como você forma seu preço? Utilizando seus custos e despesas, ou só vê o que o mercado está praticando e vende pelo mesmo preço?

No próximo post vamos falar de despesas e te ajudar então a montar uma estratégia para calcular seu preço.

Até lá